Bolsas nos EUA caem por pressão de ações do setor bancário

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016 20:28 BRST
 

(Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos encerraram levemente em baixa nesta quinta-feira, pressionados por ações do setor bancário, em uma sessão de baixo volume de negócios devido as festas de fim de ano, com operadores fechando posições para 2017.

O índice Dow Jones recuou 0,07 por cento, para 19.819 pontos, o S&P 500 caiu 0,03 por cento, a 2.249 pontos, e o Nasdaq Composite teve queda de 0,12 por cento, para 5.432 pontos.

As ações norte-americanas ficaram praticamente estáveis nos últimos dias, após terem disparado com a eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos em 8 de novembro. Investidores estão apostando nos benefícios dos planos de Trump para reduzir impostos e regulamentações e introduzir novos estímulos econômicos.

A alta pós-eleições colocou o índice de referência S&P 500 a caminho de fechar o ano com um ganho de cerca de 10 por cento, mas deixou alguns participantes do mercado nervosos sobre uma potencial correção.

"Nós perdemos força após o rali causado pela eleição. Agora o mercado está com um valor justo e agora é isso: 'o que vai acontecer?" disse o estrategista sênior de equity global do Wells Fargo Investment Institute, Scott Wren.

O índice financeiro do S&P 500 caiu 0,7 por cento, no pior desempenho setorial, mas ainda acumula alta de cerca de 20 por cento em 2016.

Bank of America, Citigroup e Morgan Stanley caíram pelo menos 1 por cento cada. Goldman Sachs e JPMorgan foram as ações que mais pressionaram para baixo o Dow.

(Por Lewis Krauskopf; reportagem adicional por Chuck Mikolajczak e Yashaswini Swamynathan)