30 de Dezembro de 2016 / às 12:19 / 10 meses atrás

Indianos fazem fila para depositar suas economias antes que cédulas sejam banidas

NOVA DÉLHI (Reuters) - Os indianos fizeram fila do lado de fora dos bancos em todo o país nesta sexta-feira, último dia para depositarem suas economias e evitar que se tornem nulas depois que cédulas grandes foram banidas em uma tentativa de combater a corrupção.

O primeiro-ministro, Narendra Modi, disse no mês passado que as notas de 500 e 1.000 rúpias --que somam 256 bilhões de dólares e 86 por cento do dinheiro em circulação-- deixarão de valer depois de 30 de dezembro, atrapalhando a vida de milhões de pessoas.

“Espero que o governo e o banco central reabasteçam rapidamente os bancos e os caixas eletrônicos com novas notas, para que possamos sacar sem dificuldades”, disse Rakesh Kumar, na fila de um banco em Nova Délhi.

Apenas 35 a 40 por cento dos caixas eletrônicos estavam fornecendo dinheiro, de acordo com Ramaswamy Venkatachalam, diretor executivo do Fidelity Information Services, um provedor de tecnologia bancária.

Modi havia dito que seu governo iria acabar com o caos e restaurar a normalidade em 50 dias. Mas analistas disseram que o impacto durará pelo menos mais seis meses, com preocupações sobre o menor crescimento econômico, perdas de empregos e queda na demanda por bens.

Por Mayank Bhardwaj

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below