Rússia mantém produção de petróleo em dezembro próxima de recorde histórico

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017 11:59 BRST
 

MOSCOU (Reuters) - A produção de petróleo da Rússia em dezembro manteve-se inalterada em 11,21 milhões de barris por dia (bpd), estável ante o mês anterior e no maior nível em quase 30 anos, segundo dados do ministério da Energia divulgados nesta segunda-feira.

A Rússia se prepara para cortar a produção em 300 mil bpd durante o primeiro semestre de 2017, como parte de um acordo global com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) fechado com o objetivo de reequilibrar o mercado.

Em 2016, a produção russa atingiu 10,96 milhões de bpd, alta ante os 10,72 milhões de bpd em 2015.

Segundo o ministério de Energia da Rússia, os cortes planejados na produção serão graduais, uma vez que questões climáticas e tecnológicas impedem uma redução abrupta.

"Os produtores russos aumentaram significativamente a perfuração em 2016 em esforços para conter o declínio dos campos", disse à Reuters a analista da Agência Internacional de Energia (AIE, na sigla em inglês), Toril Bosoni.

"Dado que poucas informações sobre a duração dos cortes de produção foram tornadas públicas, provisoriamente assumimos que a produção vai aumentar gradualmente novamente durante o segundo semestre de 2017."

Para 2017 como um todo, o ministério russo de Energia prevê a produção de petróleo entre 548 milhões e 551 milhões de toneladas, ou entre 11,01 milhões e 11,07 milhões de bpd.

(Por Katya Golubkova e Vladimir Soldatkin)