Membros do Fed concordam que política fiscal de Trump aumenta risco de inflação

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017 17:15 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - Quase todos os membros do Federal Reserve, banco central norte-americano, entenderam que a economia pode crescer mais rapidamente por causa do estímulo fiscal sob o governo do presidente eleito Donald Trump e muitos viam para aumentos mais rápidos das taxas de juros, de acordo com a ata da reunião de dezembro do Fed, divulgada nesta quarta-feira.

O documento mostrou quão amplamente as opiniões no Fed estão mudando em resposta às promessas d e Trump de reduções de impostos, gastos com infraestrutura e desregulamentação.

Tais mudanças poderiam impulsionar a inflação e criar um cenário de confronto entre o presidente que procura impulsionar o crescimento econômico e o Fed, que tem de evitar superaquecimento da atividade econômica.