4 de Janeiro de 2017 / às 22:44 / 8 meses atrás

Indústria brasileira de fundos tem captação líquida de R$109,1 bi em 2016

SÃO PAULO (Reuters) - A captação líquida dos fundos de investimentos no Brasil cresceu 30 vezes no ano passado em relação a 2015, no melhor resultado da indústria em pelo menos quatro anos, disse a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) nesta quarta-feira.

A captação líquida dos fundos no ano somou 109,1 bilhões de reais, ante ingresso líquido 3,59 bilhões de reais em 2015. Com isso, a indústria brasileira de fundos fechou 2016 com patrimônio líquido de 3,444 trilhões de reais.

Os fundos de previdência privada tiveram o melhor desempenho do ano, com captação líquida de 48,17 bilhões de reais, equivalente a quase 10 por cento do patrimônio líquido. Já os fundos de renda fixa tiveram entrada líquida de 45,86 bilhões de reais no período.

Enquanto isso, os fundos de ações tiveram resgates líquidos de 6,35 bilhões de reais e os fundos de direitos creditórios perderam 3,62 bilhões de reais. Os multimercados tiveram entrada líquida de 12,24 bilhões de reais.

Os fundos cambiais tiveram a saída líquida de 1,56 bilhão de reais. Em termos de patrimônio líquido, a queda foi de 24,45 por cento, a pior da indústria no período.

Por Aluisio Alves

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below