Argentina elimina prazo mínimo de permanência de capital estrangeiro no país

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017 14:20 BRST
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O governo da Argentina acabou com o período mínimo que o capital estrangeiro deveria permanecer no país, de acordo com decreto publicado no diário oficial nesta quinta-feira, a fim de atrair investimentos para uma economia em recessão.

O Ministério da Fazenda disse em um comunicado que havia eliminado "a última barreira à entrada de capital estrangeiro".

Anteriormente, os investidores tinham que esperar 120 dias para repatriar fundos aplicados na Argentina.

A medida foi uma das primeiras assinadas pelo ministro da Fazenda, Nicolás Dujovne, que tomou posse esta semana, um ano após o início do mandato do presidente de centro-direita Maurício Macri.

(Por Hernán Nessi e Caroline Stauffer)