Odebrecht paga US$8,9 mi e promete informações para fechar acordo com promotores do Peru

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017 17:22 BRST
 

LIMA (Reuters) - Promotores no Peru e a Odebrecht chegaram a um acordo nesta quinta-feira pelo qual a empreiteira pagará 8,9 milhões de dólares e dará informação "relevante" sobre o pagamento de subornos para ganhar obras públicas no país.

O Ministério Público disse que o acordo preliminar foi assinado com a Odebrecht dentro de uma investigação fiscal iniciada em novembro do ano passado.

Como parte de um acordo judicial nos Estados Unidos, a Odebrecht reconheceu há duas semanas pagamentos de 29 milhões de dólares em subornos para ganhar contratos de obras públicas no Peru entre 2005 e 2014.

Os promotores disseram que o dinheiro que a Odebrecht vai depositar nas contas do governo peruano não é a "quantia total" dos lucros ilícitos. O montante total "deve ser determinado em um acordo final" com a Odebrecht, disseram.

No Peru, a Odebrecht ganhou contratos de cerca de 12 bilhões de dólares na última década. A Odebrecht iniciou suas operações no Peru em 1979, sua primeira operação internacional.

(Reportagem de Marco Aquino e Usrula Scollo)