Captações por empresas brasileiras no mercado crescem 27,7% em 2016, diz Anbima

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017 17:05 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O volume captado por empresas brasileiras nos mercados doméstico e internacional de capitais atingiu 178,5 bilhões de reais em 2016, alta de 27,7 por cento sobre um ano antes, divulgou nesta segunda-feira a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

O movimento foi pontuado pelas emissões de dívida no exterior que, na esteira da desvalorização do dólar, cresceram 191,5 por cento sobre 2015, para o equivalente a 69,1 bilhões de reais, com destaque para as empresas de óleo e gás. Já as captações domésticas caíram 5,8 por cento, para a mínima em sete anos, devido aos juros mais elevados e à retração econômica.

No mercado doméstico, as debêntures movimentaram 57 bilhões de reais. Apesar da queda de 11,6 por cento sobre 2015, o instrumento seguiu como líder no mercado de dívida local. Enquanto isso, os Certificados de Recebíveis Agrícolas (CRAs) e os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs), que são isentos de imposto de renda, deram saltos de 193 e de 72,7 por cento, respectivamente, sobre 2015.

As ofertas de ações tiveram queda de 41,5 por cento, para 10,7 bilhões de reais.

(Por Aluísio Alves)