Produção de açúcar da Tailândia deve cair 3,1% em 2016/17

terça-feira, 17 de janeiro de 2017 10:19 BRST
 

BANGKOK (Reuters) - A produção de açúcar 2016/17 na Tailândia, segundo maior exportador global do adoçante, deverá cair 3,1 por cento devido a uma seca que atingiu o país no último ano e forçou produtores de cana a mudar de cultura, disse uma agência do governo nesta terça-feira.

"Para 2016/17, nós devemos ter entre 9,3 milhões e 9,4 milhões de toneladas de açúcar, menor que 2015/16 por causa da seca e do preço ruim do açúcar", disse à Reuters um representante do Conselho da Cana e do Açúcar, Boontin Korsiri.

A produção da Tailândia em 2015/16 foi de 9,7 milhões de toneladas, segundo o conselho.

A expectativa de menor produção na Tailândia vem em um momento em que se projeta um déficit global cada vez maior do adoçante, com quedas na produção também na Índia também contribuindo para a escassez.

Boontin disse que a Tailândia espera exportar cerca de 6,8 milhões de toneladas de açúcar neste ano, ante 7,1 milhões em 2015/16.

O consumo doméstico do país é de cerca de 2,6 milhões de toneladas por ano, segundo o conselho.

(Por Panarat Thepgumpanat)