Bovespa fecha no maior nível em 11 semanas com avanço de bancos; Vale é destaque negativo

terça-feira, 17 de janeiro de 2017 19:02 BRST
 

Por Gabriela Mello

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou no nível mais alto em mais de dois meses nesta terça-feira, conforme os ganhos dos bancos ofuscaram a influência negativa exercida pela Vale desde a abertura.

O Ibovespa avançou 0,82 por cento, a 64.354 pontos, maior patamar de fechamento desde 31 de outubro de 2016. O giro financeiro somava 7,07 bilhões de reais, acima da média diária de 6,45 bilhões de reais em 2017 calculada até a véspera.

O índice iniciou a terça-feira em baixa, pressionado pelo setor de mineração e siderurgia, mas anulou as perdas e passou a operar no azul depois que papéis do setor bancário ganharam força.

"Os bancos hoje fizeram preço porque têm mais relevância para o índice", destacou Wagner Salaverry, sócio e diretor de gestão dos portfólios da Quantitas.

A firmeza das cotações do petróleo também contribuiu para o viés altista da Bovespa, de acordo com participantes do mercado. Operadores citaram ainda como fator de suporte a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que reforçou apostas em um novo corte de 0,75 ponto percentual na taxa Selic em fevereiro.

A perspectiva de juros mais baixos beneficia diversos setores, incluindo o de construção, que terminou entre os destaques de alta nesta terça-feira. "O setor tinha apanhado muito, estava mal precificado e esse cenário de juros mais baixos justifica ganhos", comentou Salaverry.

DESTAQUES   Continuação...