Incêndio paralisa unidade de refinaria da Petrobras no RJ e limita produção

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017 16:08 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um incêndio já controlado atingiu uma unidade de destilação da Refinaria Duque de Caxias (Reduc), da Petrobras (PETR4.SA: Cotações), no Rio de Janeiro, por volta das 13h40 desta quarta-feira e paralisou as operações da unidade, afirmou a petroleira estatal em nota.

Em operação desde 1961, a Reduc tem atualmente capacidade para processar 239 mil barris por dia. O incidente não deixou vítimas, de acordo com a empresa.

"A unidade está parada para avaliação das causas do incidente e eventual necessidade de manutenção, visando à posterior retomada da operação. A companhia esclarece que o abastecimento ao mercado está garantido", disse a Petrobras.

Em entrevista à Reuters nesta quarta-feira, o coordenador-geral do Sindipetro Duque de Caxias, Simão Zanardi afirmou que a unidade que pegou fogo, chamada U1210, é a principal e mais antiga da Reduc.

Com o incêndio, a produção é redirecionada para as outras duas unidades de destilação U1510 e U1710, que são independentes, disse o sindicalista.

"A produção já está impactada, agora a gente não sabe por quanto tempo será impactada", disse Zanardi, por telefone. "Essa unidade U1210 vem apresentando problema porque ela é muito velha, falta manutenção".

Segundo ele, os programas de demissão voluntária recentes, que reduziram o efetivo da Reduc, junto com uma redução de investimentos por parte da petroleira, contribuem com a redução da segurança da refinaria.

"Nós vamos pedir a interdição total da refinaria", disse o sindicalista.

A Reduc produz hoje óleo diesel, gasolina, querosene de aviação (QAV), asfalto, nafta petroquímica, gases petroquímicos (etano, propano e propeno), parafinas, lubrificantes, GLP, coque e enxofre.   Continuação...