Bovespa cai 0,3% sob pressão de bancos; Bradespar e Vale são destaque positivo

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017 19:21 BRST
 

Por Gabriela Mello

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista fechou em leve baixa nesta quarta-feira, depois de operar no azul durante boa parte da sessão, pressionado pelas perdas de bancos, que sucumbiram a realizações de lucros e ofuscaram a influência positiva da mineradora Vale.

O Ibovespa encerrou com recuo de 0,32 por cento, a 64.149 pontos, depois de fechar na véspera no nível mais alto em 11 semanas.

O giro financeiro somou 8,15 bilhões de reais, acima da média diária de 6,5 bilhões de reais em 2017 apurada até a véspera. O giro teve acréscimo do exercício de opções sobre o Ibovespa, que movimentou nesta quarta-feira 308 milhões de reais.

No ano, o Ibovespa ainda acumula ganho de 6,5 por cento.

"Há duas ou três semanas vemos um certo otimismo entre os agentes de mercado e isso está reverberando em algumas ações", comentou Alvaro Bandeira, economista-chefe da Home Broker Modalmais, destacando o fluxo de entrada de capital.

De acordo com dados da BM&FBovespa, o saldo de investidores estrangeiros na bolsa em 2017 estava positivo em 2,628 bilhões de reais até 16 de janeiro.

A decisão surpreendente do Banco Central brasileiro na semana passada de cortar os juros em 0,75 ponto percentual intensificou o otimismo.

Alguns operadores já consideram que as apostas de novos cortes na Selic podem ajudar a bolsa paulista a atrair ainda mais capital especulativo, conduzindo o Ibovespa para novas máximas.   Continuação...