GPA reduz diferença em desempenho de vendas frente ao Carrefour no 4o tri

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017 14:12 BRST
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Grupo Pão de Açúcar, maior varejista brasileiro, voltou a reduzir a diferença no desempenho de vendas em relação ao Carrefour, seu principal competidor no país, de acordo com dados operacionais do quarto trimestre das empresas.

O grupo francês divulgou nesta quinta-feira alta de 9 por cento na receita no Brasil nos últimos três meses de 2016 nas lojas abertas há pelo menos 12 meses, excluindo combustível e efeito calendário.

Na semana passada, o GPA, que é controlado pelo também francês Casino, reportou alta de 7,7 por cento para a divisão alimentar no quesito mesmas lojas no mesmo período.

No terceiro trimestre, o Carrefour mostrou expansão de 12,4 por cento e GPA crescimento de 8,9 por cento.

Na visão da equipe do Credit Suisse liderada pelo analista Tobias Stingelin, os números de venda são positivos para o GPA, mostrando que a empresa está gradualmente melhorando seu desempenho em relação a seu principal competidor, segundo relatório a clientes.

"É verdade que esse desempenho (do GPA) é amplamente explicado por uma estratégia de preços agressiva, que deve continuar afetando negativamente as margens e lucros no curto prazo. No entanto, também evidencia que o GPA está reagindo", escreveram os analistas.

Segundo a equipe da corretora Brasil Plural, a redução da diferença entre GPA e Carrefour vai ajudar a melhorar a confiança na execução da estratégia da companhia brasileira, o que será um gatilho positivo para as ações. Em nota a clientes, os analistas acrescentaram que os números do quarto trimestre já sugerem que GPA começou a colher os frutos de algumas iniciativas para melhorar as operações do Extra Hipermercado, ganhando participação de mercado do Carrefour.

A análise dos dados precisa levar em consideração que há uma diferença razoável no mix de negócios entre Carrefour Brasil e o GPA no que diz respeito à participação da receita total da divisão de atacado, que vem sendo o motor de vendas no setor.   Continuação...