Novos programas impulsionam base de assinantes da Netflix acima do esperado

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017 14:52 BRST
 

(Reuters) - O forte crescimento de assinantes da Netflix no quarto trimestre reduziu preocupações de analistas e investidores sobre o investimento multibilionário que a empresa tem feito em conteúdo original.

O sucesso de programas como "Stranger Things", "Marvel's Luke Cage" e "The Crown", vencedor do Globo de Ouro e baseado nos primeiros anos do reinado da rainha Elizabeth II, ajudou a Netflix a atrair 7,1 milhões de novos assinantes no mundo no quarto trimestre, muito mais do que os 5,2 milhões esperados por analistas.

As ações da empresa disparavam nesta quinta-feira, exibindo valorização de mais de 5 por cento às 14:32 (horário de Brasília). Mais cedo, os papeis atingiram alta de 7,7 por cento, cotados a 143,46 dólares, um recorde para a companhia.

E mesmo um dos críticos mais atuantes da companhia parece ter se rendido. O analista Michael Pachter, da Wedbrush e que tinha uma recomendação antiga de "underperform" (abaixo da média do mercado) para as ações da Netflix com base na queima de caixa da empresa, disse que sua avaliação foi "consistentemente errada".

Pachter elevou o preço-alvo para ação da Netflix de 60 para 68 dólares, mas decidiu manter a recomendação "underperform" para o papel.

"Parece que vamos continuar errados por algum tempo, uma vez que há mais conteúdo de qualidade do que nunca e a Netflix certamente tem sua parcela do sucesso", escreveu o analista em nota a clientes.

Pelo menos 19 outras corretoras elevaram seus preços-alvo para a ação da Netflix. A mediana de valores é de 150,50 dólares por ação, 13 por cento mais alto que o preço de fechamento do papel na quarta-feira.

Os analistas se mostraram otimistas com a empresa mesmo com a companhia projetando um fluxo de caixa negativo de cerca de 2 bilhões de dólares em 2017 ante 1,7 bilhão de dólar negativo em 2016.

(Por Rishika Sadam em Bangalore, Índia)