Ibovespa cai 0,3% com pressão de Vale e bancos em dia ruim no exterior

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017 19:11 BRST
 

Por Gabriela Mello

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou em baixa nesta quinta-feira, espelhando o menor apetite por risco no exterior, com investidores no fim da tarde monitorando a notícia de que o ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), morreu na queda de um avião no Rio de Janeiro.

As ações da mineradora Vale foram as que mais pressionaram o Ibovespa, ao lado dos grandes bancos e das siderúrgicas.

O Ibovespa caiu 0,31 por cento, a 63.950 pontos, oscilando entre 0,9 por cento de queda e 0,5 por cento de alta. O giro financeiro do pregão somou 6,95 bilhões de reais. No ano, o indicador acumula ganho de 6,2 por cento.

Segundo operadores, a quinta-feira foi marcada por cautela, o que desencadeou embolso de lucros. No exterior, investidores evitaram assumir riscos antes da posse do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, na sexta-feira.

No fim da tarde, a notícia da queda do avião que transportava o ministro Teori Zavascki, criou apreensão, mas teve impacto moderado nos negócios.

"O mercado começou a ficar nervoso à tarde, acompanhando as bolsas norte-americanas e essa notícia sobre o Teori", comentou Luiz Roberto Monteiro, da corretora Renascença. Segundo ele, o mercado deve começar a especular quem vai assumir a responsabilidade pela Operação Lava Jato no lugar de Teori.

"Já se falava que ele abriria em fevereiro o sigilo das delações, então gera preocupação", acrescentou Monteiro.

  Continuação...