January 24, 2017 / 2:43 PM / in 6 months

Presidente do Peru diz que Odebrecht terá que vender seus projetos no país

2 Min, DE LEITURA

LIMA (Reuters) - O presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski, disse nesta terça-feira que o conglomerado brasileiro de engenharia Odebrecht terá que vender seus projetos no Peru, conforme os promotores negociam um possível acordo com a companhia.

Em entrevista à emissora local RPP, Kuczynski afirmou que seu governo já recebeu uma garantia de 262 milhões de dólares do consórcio de gasodutos liderado pela Odebrecht por descumprimento do prazo de financiamento e quebra dos termos do contrato de 5 bilhões de dólares que está retornando ao controle estatal.

A Odebrecht carrega uma dívida cada vez maior desde que seu envolvimento nos crimes apurados na operação Lava Jato veio à tona. Em dezembro, o grupo brasileiro reconheceu a prática de suborno na América Latina.

"Eles vão ter que vender seus projetos. Muitos deles são muito bons", disse Kuczynski à emissora ao ser questionado sobre o impacto do escândalo no Peru. "Infelizmente eles estão manchados pela corrupção, eles têm que ir embora. Acabou", acrescentou.

Por Mitra Taj

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below