27 de Janeiro de 2017 / às 15:05 / em 9 meses

Bovespa perde força com realizações de lucros após 4 dias de alta

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa perdia força nesta sexta-feira, com alguns investidores aproveitando a manhã para embolsar parcialmente lucros obtidos após quatro sessões consecutivas de alta.

Às 12:45, o Ibovespa caía 0,3 por cento, a 65.990 pontos. O giro financeiro somava 1,9 bilhão de reais.

Até a véspera, quando encerrou acima de 66 mil pontos pela primeira vez desde o fim de março de 2012, o índice acumulava alta de quase 10 por cento em 2017.

De acordo com participantes do mercado, a bolsa paulista começou o dia enfraquecida por algumas realizações de lucros, mas reduziu o ritmo de queda e passou a oscilar ao redor da estabilidade depois que ações de peso dentro do Ibovespa, incluindo a Vale, começaram a devolver as perdas da abertura.

No exterior, ainda predomina um sentimento de cautela, com investidores aguardando novas declarações do presidente norte-americano Donald Trump, que se reúne nesta sexta-feira com a primeira-ministra britânica, Theresa May, e digerindo os números do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA.

DESTAQUES

- VALE PNA avançava 0,38 por cento, e VALE ON subia 0,27 por cento, após uma fraca abertura, mesmo sem a referência do mercado chinês de minério de ferro, que permanecerá fechado por uma semana a partir desta sexta-feira por causa do feriado do Ano Novo Lunar. Operadores citam ainda expectativas para o balanço do quarto trimestre, a ser divulgado em 23 de fevereiro.

- PETROBRAS PN cedia 0,25 por cento, enquanto PETROBRAS ON caía 0,69 por cento, acompanhando o fraco desempenho das cotações internacionais do petróleo. No âmbito corporativo, destaque para o corte dos preços do diesel e da gasolina nas refinarias a partir desta sexta-feira, conforme anunciou a estatal na noite de quinta-feira.

- CCR ON recuava 1,52 por cento, registrando o pior desempenho do Ibovespa, depois de ter subido 2,5 por cento na véspera, repercutindo a possibilidade de realização de uma oferta pública de ações. O conselho de administração aprovou na noite de quinta-feira a oferta pública de distribuição primária de, inicialmente, 221.228.522 ações ordinárias, com esforços restritos de colocação. Com base na cotação de fechamento de quinta-feira, de 15,82 reais, a operação somaria 4,02 bilhões de reais.

- BM&FBOVESPA cedia 0,33 por cento, após anunciar que o CME Group alienou integralmente sua posição em ações de emissão da bolsa brasileira, ainda que os acordos entre as duas companhias devem continuar em vigor.

- BANRISUL PNB, que não está listado no Ibovespa, avançava 4,1 por cento, liderando pelo segundo dia seguido os ganhos entre as ações do índice de small caps, que por sua vez cedia 0,31 por cento. Os papéis são influenciados por especulações sobre uma possível privatização do banco gaúcho.

- MAGAZINE LUIZA ON, que também não compõe o principal índice da Bovespa, perdia 2,18 por cento, tendo no radar notícia de que o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) manteve cobranças fiscais contra a varejista que superam 100 milhões de reais, de acordo com o jornal Valor Econômico.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below