Sob pressão dos EUA por comércio, premiê do Japão se prepara para visita à Casa Branca

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017 09:47 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - O Japão está lutando para responder à intensificação da pressão comercial do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe planejando encontrar-se com o chefe da Toyota Motor Corp nesta semana.

Abe visitará Washington em 10 de fevereiro para conversas com a Trump, na qual o líder norte-americano deve buscar um rápido avanço em direção a um acordo comercial bilateral com o Japão e discutir o setor automotivo.

Antes do encontro, Abe se reunirá com o presidente da Toyota, Akio Toyoda, disseram duas fontes à Reuters. Uma delas disse que a reunião acontecerá na sexta-feira. O secretário-chefe do Gabinete, Yoshihide Suga, negou que uma reunião tenha sido marcada para sexta-feira, enquanto a Toyota Motor não quis comentar.

Em um telefonema com Abe no sábado, Trump reiterou sua promessa de criar empregos nos Estados Unidos e pediu que a indústria automobilística japonesa contribua, informou o jornal Nikkei, citando autoridades do governo japonês não identificadas.

Os dois líderes discutiram a indústria automotiva, disse o porta-voz do governo, Koichi Hagiuda, aos repórteres após o telefonema, sem dar detalhes. Uma declaração da Casa Branca disse que os dois estão "empenhados em aprofundar o comércio bilateral e o relacionamento de investimento".

(Por Yoshifumi Takemoto)