Consumo de eletricidade no Brasil cai 0,9% em 2016 com forte retração industrial

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017 11:53 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O consumo de energia elétrica no Brasil em 2016 totalizou 460 gigawatts-hora, com recuo de 0,9 por cento ante 2015, informou nesta segunda-feira a estatal Empresa de Pesquisa Energética (EPE), que atribuiu o resultado principalmente à retração da demanda industrial.

O consumo dos clientes industriais, que responde por cerca de um terço do total, caiu 2,9 por cento no ano, enquanto o comércio teve queda de 2,5 por cento e a demanda das residências fechou com alta de 1,4 por cento.

A EPE disse que o recuo na demanda industrial em 2016 equivale à energia gerada por uma hidrelétrica de grande porte, com 1,1 gigawatt em potência instalada.

O órgão estatal ressaltou, no entanto, que o consumo da indústria teve alta de 0,9 por cento em dezembro, frente ao mesmo mês do ano anterior, no primeiro avanço registrado no setor desde março de 2014.

Nas residências, apesar da alta no consumo anual, o desempenho ficou bem abaixo da média do período entre 2004 e 2015, no qual o crescimento foi de em média 4,8 por cento ao ano, destacou a EPE.

A base de consumidores residenciais cresceu 2,4 por cento no ano, para 69,3 milhões de unidades residenciais atendidas pela rede de distribuição no Brasil.

Acesse a íntegra do boletim da EPE sobre o consumo em: here%20Mensal%20do%20Mercado%20de%20Energia%20El%C3%A9trica%20-%20Dezembro%202016.pdf

(Por Luciano Costa)