Dólar cai e vai a R$3,12, de olho em Fed e Ptax

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017 12:14 BRST
 

Por Claudia Violante

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar operava em baixa nesta segunda-feira, indo à casa de 3,12 reais, ainda com investidores acreditando que o Federal Reserve, banco central norte-americano, pode não elevar os juros mais do que esperado e também diante da briga pela formação da Ptax do mês.

A moeda norte-americana operava na contramão do exterior, onde subia diante da cautela após a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de restringir a entrada de pessoas de países de maioria muçulmana, reforçando o perfil protecionista do novo governo.

Às 12:12, o dólar recuava 0,87 por cento, a 3,1245 reais na venda, depois de ter fechado no pregão passado a 3,1520 reais, no menor patamar desde 26 de outubro.

Na mínima do dia, foi a 3,1208 reais. O dólar futuro tinha queda de cerca de 0,6 por cento.

"Nos dois últimos dias do mês, a volatilidade aumenta com a formação da Ptax, mas o mercado ainda está sob efeito do crescimento menor que o esperado do PIB americano, que abre o questionamento se há espaço para três altas de juros neste ano nos EUA", destacou o operador de câmbio da Advanced Corretora Alessandro Faganello.

A Ptax é uma taxa calculada pelo Banco Central que serve de referência para diversos contratos cambiais.

A economia norte-americana avançou menos do que o previsto no quarto trimestre de 2016, o que deve reduzir a pressão inflacionária e também as apostas de que o Fed possa elevar os juros ainda mais. Taxas mais elevadas podem atrair à maior economia do mundo recursos aplicados em outras praças, como a brasileira.

O Fed define nesta quarta-feira nova taxa de juros e a expectativas são de que ela não será alterada, mantendo a faixa de 0,50 a 0,75 por cento.   Continuação...