30 de Janeiro de 2017 / às 21:17 / 9 meses atrás

Preços do petróleo caem à medida que aumento nas sondas dos EUA revive preocupações sobre excedente

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo caíram nesta segunda-feira à medida que notícias de um novo aumento semanal na atividade de perfuração dos Estados Unidos deixaram analistas do setor preocupados de que cortes de produção de outros países não serão suficientes para reduzir o excedente global como era esperado.

O petróleo Brent LCOc1 fechou em queda de 0,29 dólar a 55,23 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA CLc1 encerrou em queda de 0,54 dólar a 52,63 dólares por barril.

O número de sondas ativas nos EUA cresceu na última semana para seu maior nível desde meados de 2015, segundo dados da Baker Hughes, com perfuradores encorajados pelos preços acima dos 50 dólares por barril.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros produtores incluindo a Rússia concordaram em reduzir a produção em quase 1,8 milhão de barris por dia na primeira metade de 2017 para aliviar um excedente de produto que já dura dois anos.

As primeiras indicações de cumprimento ao acordo mostraram que membros cortaram a produção em 900 mil barris por dia em janeiro, segundo a Petro-Logistics, que monitora a oferta da Opep. A pesquisa mais recente da Reuters indicou que a produção caiu ligeiramente em dezembro.

Os dados da Petro-Logistics sugerem que somente 75 por cento dos cortes almejados seriam realizados, disse o analista de energia da CHS no Minnesota, Tony Headrick.

Por Jessica Resnick-Ault

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below