Aneel quer mais rigor com prazos para obras de geração e transmissão de energia

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017 09:54 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deverá adotar maior rigor na gestão de contratos de concessão para a construção de novas usinas de geração e linhas de transmissão de eletricidade no Brasil, após muitos investidores não terem conseguido levar os projetos adiante nos últimos anos, disse nesta sexta-feira o diretor-geral do órgão regulador, Romeu Rufino, ao participar de evento da Câmara Americana de Comércio em São Paulo.

De acordo com Rufino, o objetivo é atrair empresas experientes e sérias para o setor, e não aventureiros.

Ele disse ainda que uma proposta em estudo, que permitiria que usinas que não foram entregues nos últimos anos sejam descontratadas, deverá prever uma análise caso a caso dos empreendimentos, e não um perdão amplo e geral aos investidores responsáveis.

"O setor elétrico não convive com esse nível de risco. Não estamos enfrentando um problema maior porque a carga ajudou, se a carga não tivesse tido a redução que teve, estaríamos com um desafio", disse.

(Por Luciano Costa)