Embraer diz apoiar pedido de consulta do Brasil ao Canadá na OMC

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017 11:26 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Embraer apoia o pedido de consulta feito pelo Brasil ao Canadá no âmbito do procedimento de solução de controvérsias da Organização Mundial de Comércio (OMC) relativo aos subsídios concedidos à Bombardier, informou a empresa em comunicado.

Em nota, o Itamaraty informou que o governo brasileiro apresentou nesta quarta-feira o pedido de consultas, que constitui a primeira etapa de um contencioso na OMC.

"A companhia canadense continua recebendo subsídios do governo local. Isso foi fundamental para o desenvolvimento e sobrevivência do programa C-Series, além de permitir à Bombardier oferecer suas aeronaves a preços artificialmente baixos", disse o presidente da Embraer, Paulo Cesar Silva, em comunicado.

Na noite de terça-feira, o governo do Canadá anunciou um empréstimo de 372,5 milhões de dólares canadenses (283 milhões de dólares) para dois programas de jatos da Bombardier, o CSeries e o Global 7000.

(Por Gabriela Mello)