S&P mantém rating do Brasil em "BB" com perspectiva negativa

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017 17:13 BRST
 

(Reuters) - A agência de classificação de risco Standard & Poor's manteve nesta sexta-feira o rating do Brasil em "BB", com perspectiva negativa, destacando que a economia brasileira terá crescimento lento nos próximos anos, depois da queda significativa no Produto Interno Bruto (PIB) real desde 2014.

A agência também ressaltou que continua esperando processo de ajuste prolongado, com lenta correção na política fiscal. Na projeção da S&P, a dívida líquida do Brasil deverá chegar a 67 por cento do PIB em 2019, ante 52 por cento em 2016.

"A perspectiva negativa reflete o risco de que a estratégia do governo para estabilizar a economia possa ser prejudicada pela dinâmica política", informou a agência.

A última vez que a S&P rebaixou a nota do país foi em fevereiro do ano passado. Em setembro de 2015, a agência tirou o grau de investimento do Brasil.