Ações europeias sobem para a máxima de 13 meses impulsionadas pelo setor de mineração

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017 16:00 BRST
 

LONDRES (Reuters) - As ações europeias avançaram nesta segunda-feira, com os papéis de mineração atingindo a máxima de dois anos e meio diante do aumento do preço do cobre e com fusões e aquisições continuando a impulsionar o mercado, com ofertas de aquisição que levaram a farmacêutica alemã Stada para um patamar recorde.

O índice pan-europeu STOXX 600 subiu 0,8 por cento, depois de ter tocando o seu patamar mais elevado desde dezembro de 2015.

O índice do setor de recursos básicos subiu 2,7 por cento. Ele liderou o ganho setorial na Europa, já que os preços do cobre atingiram o maior nível em 20 meses, impulsionados por preocupações com a oferta depois que carregamentos foram excluídos das duas maiores minas de cobre do mundo.

A ação da siderúrgica e mineradora ArcelorMittal teve uma das principais altas, com avanço de 4,9 por cento, e liderando no CAC 40, da França, com a Anglo American não muito atrás.

As notícias sobre fusões e aquisições voltaram a impulsionar o mercado, depois que a farmacêutica alemã Stada disse ter recebido duas ofertas para a aquisição, uma das quais do grupo de private equity Cinven Partners LLP.

A ação da Stada chegou a subir 14 por cento antes fechar em 12,8 por cento, liderando o índice STOXX 600 e terminando o dia com pouco mais dos 56 euros por ação oferecidos pela Cinven.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,76 por cento, a 1.459 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,28 por cento, a 7.278 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,92 por cento, a 11.774 pontos.   Continuação...