Itaúsa tem lucro líquido consolidado 7% maior no 4º tri e anuncia JCP adicional

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017 11:54 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Itaúsa reportou nesta terça-feira um lucro líquido consolidado de 1,9 bilhão de reais no quarto trimestre, alta de 7 por cento em relação mesmo período de 2015.

A holding, que detém participação no Itaú Unibanco, Duratex, Elekeiroz e Itautec, lucrou 8,216 bilhões de reais no acumulado de 2016, queda de 8,7 por cento ante os 8,994 bilhões de reais apurados em 2015.

O resultado de equivalência patrimonial recorrente foi de 2,273 bilhões de reais no quarto trimestre, superando em 17 por cento o de igual intervalo de 2015, devido principalmente ao melhor desempenho da área de serviços financeiros. No ano, o resultado de equivalência patrimonial recorrente teve alta de 2,1 por cento, para 8,678 bilhões de reais.

A divisão de serviços financeiros apresentou lucro líquido de 23,263 bilhões de reais em 2016. Entre outras controladas, a Duratex lucrou 26 milhões de reais no ano, enquanto Elekeiroz teve prejuízo líquido de 344 milhões de reais e Itautec perdeu 15 milhões de reais.

Em termos consolidados, a rentabilidade anualizada sobre o patrimônio líquido médio ficou em 16,6 por cento ao fim de dezembro, abaixo dos 20 por cento verificados em igual período de 2015.

REMUNERAÇÃO E RECOMPRA DE AÇÕES

Separadamente, a Itaúsa informou que seu conselho de administração aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) adicionais ao dividendo obrigatório do exercício de 2016.

Em fato relevante, a holding disse que pagará 0,1678 real por ação (ou 0,14263 real por ação na base líquida), levando em conta a posição acionária de 20 de fevereiro, em duas parcelas.   Continuação...