16 de Fevereiro de 2017 / às 19:02 / 8 meses atrás

Opep poderá estender ou aprofundar cortes de produção se excedente persistir, dizem fontes

RIAD (Reuters) - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) poderá estender seu acordo de cortes de produção com produtores de fora do grupo ou até mesmo aplicar cortes maiores a partir de julho caso os estoques globais de petróleo não caiam para o nível almejado, disseram fontes da Opep.

O grupo, junto com a Rússia e outros produtores de fora da Opep, fechou acordo no fim do ano passado para reduzir a produção em 1,8 milhão de barris por dia para reduzir um excedente global que derrubou os preços. O acordo entrou em vigor em 1º de janeiro e dura seis meses.

Para que os estoques globais de petróleo caiam em 300 milhões de barris para a média de cinco anos, os países produtores devem aderir 100 por cento ao acordo e o crescimento na demanda por petróleo precisará se manter saudável, disseram as fontes.

“Se tivermos a adesão completa de todos, os estoques irão cair. Em algum momento no meio deste ano, pode ser que eles fiquem perto da média de cinco anos. Mas isso se você tiver 100 por cento de adesão”, disse uma fonte da Opep.

“A pergunta é: em quanto eles cairão? Para isso, você precisa esperar pra ver.”

A Opep se reúne novamente em 25 de maio para decidir sobre a política de oferta, com produtores de fora do grupo possivelmente também convidados para participar.

Por Rania El Gamal; reportagem adicional de Ahmad Ghaddar

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below