Argentina prevê safra recorde de 18,3 mi t de trigo em 2016/17

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017 15:50 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - A Argentina deverá colher 18,3 milhões de toneladas de trigo na safra 2016/17, das quais 11 a 11,5 milhões de toneladas deverão ser exportadas, disse nesta quinta-feira o ministro da Agricultura do país, Ricardo Buryaile.

Buryaile havia dito mais cedo no mês que a safra deveria ficar em um volume acima de 17 milhões de toneladas, versus 11,3 milhões de toneladas antes de o presidente Mauricio Macri assumir o cargo em dezembro de 2015 e cortar os impostos sobre as exportações de milho e trigo.

"Essa é a maior colheita na história da Argentina", disse o ministro a jornalistas.

Ele disse que a safra de milho em 2016/17 deve ficar em 40 milhões de toneladas, similar às 39,8 milhões de toneladas colhidas no ano passado.

O consumo interno de milho deverá ficar em torno de 16 milhões de toneladas e o resto da safra será exportável, disse o ministro.

O aumento na produção de trigo permitirá à Argentina buscar novos mercados, disse Buryaile.

Anteriormente, 80 por cento das exportações de trigo da Argentina iam para o vizinho Brasil.

Agora o Brasil responde por cerca de 40 por cento das exportações de trigo e o Egito, Vietnã, Tailândia e outros países são compradores.

(Por Eliana Raszewski)