Safras de soja e milho dos EUA cairão ante 2016, diz USDA

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017 10:04 BRT
 

ARLINGTON (Reuters) - As colheitas de milho e soja dos Estados Unidos em 2017 deverão ficar abaixo do recorde atingido em 2016, mas a oferta de ambas as commodities permanecerá abundante, disse o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) nesta sexta-feira.

A safra de milho deverá cair 7 por cento para 14,065 bilhões de bushels, com base em um rendimento médio de 170,7 bushels por acre, segundo o USDA. Os estoques finais para o ano agrícola de 2017/18 foram estimados em 2,215 bilhões de bushels, 5 por cento menores que no ano anterior.

As exportações de milho dos EUA cairão 325 milhões de bushels, para 1,9 bilhão de bushels, projetou o USDA.

Para a soja, o USDA estimou a safra em 4,18 bilhões de bushels, 3 por cento abaixo de 2016.

Os estoques finais da oleaginosa foram estimados em 420 milhões de bushels, estáveis ante o ano anterior, enquanto as exportações atingirão um recorde de 2,125 bilhões de bushels, com aumento de 75 milhões de bushels.

Na véspera, o USDA havia projetado um aumento no plantio de soja e uma queda no de milho nos EUA neste ano.[nL1N1G81DH]

(Reportagem de Mark Weinraub)