Dow Jones tem 12º fechamento seguido em recorde

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017 18:55 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - As ações norte-americanas terminaram ligeiramente em alta nesta segunda-feira, e o índice Dow Jones fechou em um recorde pela 12ª sessão seguida, com expectativa de o presidente Donald Trump fazer uma "grande" declaração de infraestrutura na terça-feira.

A série do Dow alcançou um rali de 12 dias registrado em 1987, com a Boeing e a UnitedHealth entre osmaiores impulsos para o índice nesta segunda-feira.

O S&P 500 também fechou em um recorde. O setor de energia deu o maior impulso ao S&P 500, com o índice de energia subindo 0,9 por cento.

Trump, que se reuniu com governadores na Casa Branca, também disse que está buscando o que ele chamou de um aumento "histórico" nos gastos militares de mais de 9 por cento, enquanto ele afirmou também que sua administração "estaria" se movendo rapidamente "em reformas reguladoras".

Os comentários vieram antes do primeiro comunicado de Trump ao Congresso na terça-feira à noite. Os investidores estão procurando mais detalhes sobre os planos de Trump, considerando os ganhos nas ações desde as eleições de 8 de novembro.

"As coisas estão avançando em termos da agenda do Trump, masteremos uma imagem mais clara depois de amanhã à noite, então isso pode precipitar alguma compra ou venda", disse Bucky Hellwig, vice-presidente da BB&T Wealth Management em Birmingham, Alabama.

As ações de empresas de defesa dos EUA --Boeing, Raytheon, General Dynamics e Lockheed Martin-- avançaram depois que Trump disse que procuraria aumentar os gastos do Pentágono em 54 bilhões de dólares em sua primeira proposta de orçamento.

Boeing subiu 1,1%, enquanto o UnitedHealth avançou 1,4%por cento.

(Por Caroline Valetkevitch)