Arábia Saudita corta preços do petróleo leve para Ásia diante de excedente

sexta-feira, 3 de março de 2017 13:10 BRT
 

CINGAPURA (Reuters) - A Arábia Saudita, principal exportadora global de petróleo, cortou os preços do petróleo leve para abril que vende para a Ásia pela primeira vez em três meses, em uma tentativa de aumentar a demanda em um mercado com excedente.

Líder da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), a Arábia Saudita elevou os preços por dois meses consecutivos até março, após os cortes de produção do cartel e de Omã fortalecerem a referência de petróleo do Oriente Médio Dubai, mas inesperadamente reduziu os preços em abril, uma vez que a oferta excessiva de petróleo leve persistiu.

A petroleira saudita Saudi Aramco levou em conta outros fatores, como as recentes quedas acentuadas nas margens de nafta e gasolina ao fixar preços neste mês, disseram comerciantes na Ásia.

"Eles estão sérios sobre a participação de mercado agora. Muitos barris são deixados (não vendidos)", disse um comerciante de petróleo da Ásia, que preferiu não se identificar por ter negócios com Saudi Aramco.

O aumento da produção da Nigéria e da Líbia, que estão isentos dos cortes de produção da Opep, e um aumento nas exportações da Europa e dos Estados Unidos estão inundando a Ásia com mais petróleo bruto leve do que a região poderia usar.

(Por Florence Tan)