Índices acionários da China fecham na mínima de 2 semanas por queda dos preços do petróleo

quinta-feira, 9 de março de 2017 07:18 BRT
 

XANGAI/SYDNEY (Reuters) - Os mercados acionários da China fecharam na mínima de duas semanas nesta quinta-feira, uma vez que os papéis de energia recuaram diante da queda nos preços do petróleo, enquanto investidores globais adotam a cautela antes de uma esperada alta dos juros nos Estados Unidos na próxima semana.

O índice CSI300 .CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,63 por cento, enquanto o índice de Xangai .SSEC teve queda de 0,74 por cento.

A renovada fraqueza do iuan CNY=CFXS também afetou a confiança, embora os bancos estatais chineses tenham entrado no mercado para evitar que a moeda caísse rápido demais.

As ações chinesas caíram de forma generalizada, com o setor de energia liderando as perdas após os preços do petróleo terem caído mais de 5 por cento devido ao aumento dos estoques nos EUA.

Já o índice MSCI .MIAPJ0000PUS, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 1,03 por cento às 7:10 (horário de Brasília), também pressionado pelos preços das ações de energia.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei .N225 avançou 0,34 por cento, a 19.318 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG .HSI caiu 1,18 por cento, a 23.501 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC .SSEC perdeu 0,74 por cento, a 3.216 pontos.

. O índice CSI300 .CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,63 por cento, a 3.426 pontos.   Continuação...