Embraer pode produzir duas gerações de jato E175 sem perda de margem, diz presidente

quinta-feira, 9 de março de 2017 14:12 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Embraer pode produzir a atual e a próxima gerações do jato regional E175 na mesma linha de montagem sem sacrificar margem de lucro, disse o presidente-executivo da companhia, Paulo Cesar Silva, nesta quinta-feira.

O executivo afirmou durante teleconferência com analistas do setor que é desafiador para companhias aéreas mudarem "cláusulas de escopo" em contratos de pilotos como as que agora impedem a próxima geração do E175 de ingressar no mercado norte-americano de aviação regional por causa de seu peso.

Entretanto, Silva comentou que a Embraer está vendo competitividade em mercados fora dos EUA conforme progride no desenvolvimento da nova geração do E175.

(Por Brad Haynes)