Ibovespa fecha em baixa de 0,21%, com cautela por política local e à espera de dados dos EUA

quinta-feira, 9 de março de 2017 19:37 BRT
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista encerrou a sessão volátil desta quinta-feira em baixa, marcando assim o quarto pregão seguido de perdas, em meio aos receios com o cenário político local e à espera dos dados sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos.

O Ibovespa .BVSP caiu 0,21 por cento, a 64.585 pontos, acumulando queda de 3,29 por cento nos quatro pregões desta semana. O giro financeiro somou 8,73 bilhões de reais.

O índice trocou de sinal algumas vezes ao longo do dia, embora não tenha registrados oscilações muito expressivas. Na mínima, o Ibovespa caiu 0,8 por cento, enquanto subiu 0,54 por cento no melhor momento do dia, quando voltou aos 65 mil pontos.

O cenário político local seguiu inspirando cautela, com investidores à espera da divulgação da lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com pedido de abertura de inquérito para políticos citados em delações no âmbito da Lava Jato, que pode ser entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) na sexta-feira.

Além do quadro local, o tom de cautela foi acentuado pela espera por dados do mercado de trabalho norte-americano, que serão divulgados sexta-feira e podem chancelar de vez a aposta por uma alta de juros nos EUA na próxima semana. Na véspera, um relatório mostrou criação de vagas no setor privado norte-americano acima do esperado, o que levou ao aumento nas apostas de que o Federal Reserve elevará os juros na próxima semana.

DESTAQUES

- EQUATORIAL ENERGIA (EQTL3.SA: Cotações) caiu 3,44 por cento, após a companhia informar queda de 11 por cento no lucro líquido ajustado do quarto trimestre ante igual período de 2015.   Continuação...