Islândia encerra controle de capital após mais de oito anos de restrições

domingo, 12 de março de 2017 13:18 BRT
 

ESTOCOLMO (Reuters) - O Ministério das Finanças da Islândia afirmou neste domingo que, na próxima semana, suspenderá os controles de capital restantes desde a crise financeira em 2008, diminuindo as restrições às famílias e às empresas.

"A remoção dos controles de capital, que estabilizaram a moeda e a economia durante o 'crash' financeiro sem precedentes do país, representa a conclusão do retorno da Islândia aos mercados financeiros internacionais", afirmou em comunicado.

As mudanças entram em vigor na terça-feira e vão afetar indivíduos, empresas e fundos de pensão. O governo começou a desmantelar os controles de capital no ano passado, aliviando as restrições para os residentes locais.

Também informou que o banco central islandês comprou cerca de 90 bilhões de coroas islandesas (836 milhões dólares) de investidores estrangeiros.

A Islândia estava presa em uma disputa com fundos que possuíam mais de 1 bilhão de dólares em ativos denominados em coroas islandesas, que foram congelados pelas autoridades da Islândia.

O ministério disse que os demais detentores de coroas islandesas estrangeiros serão convidados a vender seus ativos para o banco central pela mesma taxa de câmbio nas próximas duas semanas. Detentores que não venderem não serão capazes de mover seus ativos.

Os fundos travaram uma briga nos tribunais islandeses e na Autoridade de Fiscalização da Associação Europeia de Livre Comércio para obter uma taxa melhor do que a Islândia ofereceu aos investidores em um leilão no ano passado. 

O ministério disse que também ajustou os regulamentos e introduziu requisitos especiais de reserva para novas entradas de moeda estrangeira para evitar uma repetição do "dinheiro quente" desestabilizando o sistema financeiro.