Ibovespa fecha em alta de 1,33%, com ganhos em minério de ferro; Cemig é destaque positivo

segunda-feira, 13 de março de 2017 17:30 BRT
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O tom positivo prevaleceu na Bovespa nesta segunda-feira, com a alta de seu principal índice ganhando suporte na valorização dos preços do minério de ferro na China e tendo ainda as ações da Cemig entre os destaques positivos diante de notícia sobre planos para subsidiárias.

O Ibovespa subiu 1,33 por cento, a 65.534 pontos. O volume financeiro foi de 5,67 bilhões de reais, abaixo da média diária para o mês até sexta-feira, de 7,84 bilhões de reais.

O bom humor nesta sessão ganhou suporte ainda da queda nas projeções para a taxa básica de juros do país. Pesquisa Focus do Banco Central mostrou que a estimativa para a Selic ao final deste ano passou a 9 por cento, ante 9,25 por cento no levantamento anterior.

A recuperação neste pregão veio após o Ibovespa acumular queda superior a 3 por cento na semana passada, período em que fechou no azul apenas em um pregão em meio a preocupações com o cenário político brasileiro.

Segundo analistas, a cautela com a cena política segue no radar dos negócios também nesta semana, em meio à espera pela divulgação da lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF) com pedido de abertura de inquérito para políticos citados em delações no âmbito da Lava Jato, o que pode acontecer ainda esta semana.

A agenda econômica esvaziada desta segunda-feira vem antes de dados relevantes a serem divulgados ao longo da semana, incluindo a decisão do Federal Reserve sobre a taxa de juros nos Estados Unidos. Após recentes declarações de autoridades do Fed e de dados sobre o mercado de trabalho norte-americano, a expectativa é que o banco central dos EUA suba os juros na quarta-feira.

DESTAQUES   Continuação...