Produção de carne bovina do Brasil crescerá 3% em 2017, diz adido dos EUA

segunda-feira, 13 de março de 2017 19:48 BRT
 

(Reuters) - A produção de carne bovina do Brasil crescerá cerca de 3 por cento em 2017 para 9,6 milhões de toneladas, impulsionada pelo volume maior de exportações a mercados asiáticos e por uma pequena expansão na demanda doméstica sustentada pela recuperação da economia, afirmou o adido agrícola dos Estados Unidos em relatório nesta segunda-feira.

Segundo o adido, as exportações de carne bovina deverão crescer em 10 por cento em 2017 para 1,8 milhão de toneladas, impulsionadas pela maior demanda da Ásia.

Além disso, o adido indicou que o governo brasileiro está intensificando suas missões para promover o produto na Rússia, Ásia e Oriente Médio.

O consumo de carne bovina, por sua vez, deverá se recuperar em 1,3 por cento em 2017, alcançando 7,7 milhões de toneladas, favorecido pelos preços mais competitivos da carne bovina frente à carne de frango e pela leve recuperação no poder aquisitivo da população, informou o adido.

(Por Laís Martins)

 
Açougueiro corta carne em loja no Mercado Municipal de São Paulo
14/10/2014
REUTERS/Nacho Doce