Fed deve elevar taxa de juros conforme economia dos EUA mostra força

quarta-feira, 15 de março de 2017 07:45 BRT
 

Por Howard Schneider

WASHINGTON (Reuters) - O Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, deve elevar a taxa de juros pela segunda vez em três meses nesta quarta-feira, encorajado por dados mensais fortes de emprego e pela confiança de que a inflação está finalmente caminhando para sua meta.

Um aumento dos juros na conclusão da reunião de política monetária do Fed já está precificada nos rendimentos dos títulos e nos mercados financeiros em geral, com os investidores calculando a probabilidade de tal ação em 95 por cento, segundo programa FedWatch do CME Group.

A atenção está se voltando para a possibilidade de o Fed sinalizar um ritmo ainda mais rápido de aperto monetário este ano do que as atuais três altas que o banco central projetou na reunião de dezembro.

Uma alta nesta quarta-feira vai elevar a meta dos juros do Fed para a faixa entre 0,75 e 1 por cento, ainda baixa mas se aproximando da faixa em que o banco central tem tipicamente operado.

O Fed vai divulgar seu comunicado de política monetária junto com projeções econômicas atualizadas às 15h (horário de Brasília). A chair do Fed, Janet Yellen, dará entrevista à imprensa meia hora depois.

A economia dos EUA tem mostrado força nos últimos meses, com a criação de vagas acima de 230 mil tanto em fevereiro quanto em janeiro. A confiança do consumidor também aumentou e a inflação vem se firmando.