March 19, 2017 / 2:53 PM / 4 months ago

China se opõe a protecionismo comercial e apoia livre comércio, diz vice-premiê

2 Min, DE LEITURA

PEQUIM (Reuters) - A China se opõe às várias formas de protecionismo comercial e apoia o livre comércio, disse o vice-primeiro-ministro do país, Zhang Gaoli, neste domingo, reafirmando a posição de Pequim em meio a preocupações sobre a fragilidade da demanda global.

"A China está disposta a trabalhar com outros países para se opor às várias formas de protecionismo comercial e aos investimentos", disse Zhang durante o Fórum de Desenvolvimento da China, em Pequim.

"Devemos pressionar incessantemente pela globalização econômica... não podemos parar nossos avanços por conta de dificuldades temporárias", disse.

Zhang disse que os formuladores de políticas ao redor do mundo devem tornar o processo de globalização mais "inclusivo" ao colocar mais ênfase na igualdade.

"A economia mundial está em um ajuste profundo, o crescimento é fraco e o protecionismo comercial está crescendo", afirmou.

A China está lutando para lidar com uma demanda global fraca e enfrenta riscos de um crescente protecionismo dos Estados Unidos, em um momento em que o governo do presidente dos EUA, Donald Trump, mostra aversão à globalização.

Em janeiro, durante discurso no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, o presidente chinês, Xi Jinping, fez uma defesa vigorosa da globalização e sinalizou o desejo da China de desempenhar um papel maior no cenário global.

Reportagem de Kevin Yao

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below