Mercados chineses avançam com ações de energia compensando queda no setor imobiliário

segunda-feira, 20 de março de 2017 07:49 BRT
 

CINGAPURA/XANGAI (Reuters) - Os mercados acionários da China recuperaram as perdas iniciais e terminaram ligeiramente em alta nesta segunda-feira, uma vez que os fortes ganhos nas ações do setor de energia compensaram a queda das incorporadoras, após novas medidas para desacelerar o mercado imobiliário.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,10 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,40 por cento.

O impacto das medidas para desacelerar o mercado imobiliário em muitas cidades pode ter tido curta duração, segundo dados divulgados no sábado. Os preços dos imóveis na China voltaram a subir em fevereiro, após desacelerarem nos quatro meses anteriores, enquanto as vendas subiram.

Na semana passada, vários governos locais intensificaram as restrições ao investimento imobiliário e o governo central prometeu controlar os empréstimos bancários ao setor imobiliário.

Embora as ações do setor imobiliário tenham recuado, as empresas de energia avançaram fortemente, lideradas pela China Shenhua após a maior mineradora de carvão do país anunciar uma proposta espetacular de pagamento de dividendos.

Já o índice MSCI avançava após as baixas em Wall Street e a decisão do G20 de abandonar a promessa de evitar o protecionismo comercial.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, avançava 0,37 por cento às 7:48 (horário de Brasília).

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei não operou.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,79 por cento, a 24.501 pontos.   Continuação...