Bovespa opera sem viés claro com cautela por cena política; Cemig é destaque positivo

quinta-feira, 23 de março de 2017 12:16 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista oscilava entre leves altas e baixas nesta quinta-feira, com o cenário político local despertando cautela dos investidores, enquanto as ações da Cemig se recuperavam da queda da véspera e ajudavam a limitar a pressão negativa.

Às 12h13, o Ibovespa tinha variação positiva de 0,02 por cento, a 63.534 pontos. O giro financeiro da sessão era de 3 bilhões de reais.

A Câmara dos Deputados concluiu na noite de quarta-feira o projeto que regulamenta a terceirização no mercado de trabalho e também altera regras para contratação temporária. O placar da votação, 231 votos a 188, acendeu a luz amarela no mercado para a dificuldade que o presidente Michel Temer deve enfrentar para avançar outras reformas.

"A votação trouxe notícias não muito positivas, como o voto contrário de parte da base aliada de Temer. E a terceirização não tem o mesmo potencial explosivo da reforma da Previdência, por exemplo", escreveram analistas da corretora Coinvalores, adicionado que o resultado permite entender que o governo terá de fazer mais concessões para aprovar a reforma da Previdência.

Em outra frente, o governo federal divulgou um rombo de 58,2 bilhões de reais nas contas públicas para o cumprimento da meta fiscal deste ano, mas não revelou quanto cortará do Orçamento, deixando o anúncio do contingenciamento e um possível aumento de impostos somente para a próxima terça-feira.

Wall Street operando no azul também ajudava a tirar alguma pressão, embora a cautela persistisse em meio à expectativa pela votação nos EUA do novo sistema de saúde, uma vez que um fracasso na aprovação da legislação do presidente Donald Trump levantaria dúvidas sobre a capacidade do mandatário de cumprir outros pontos de sua agenda que precisam da apoio do Congresso.

DESTAQUES

- VALE PNA caía 1,3 por cento e VALE ON perdia 1,53 por cento, em dia de baixa nos preços dos contratos futuros do minério de China na China, que tocaram mínima de 10 meses.   Continuação...