Índices europeus avançam com investidores avaliando cenário para planos de Trump

quinta-feira, 23 de março de 2017 14:45 BRT
 

MILÃO (Reuters) - Os mercados acionários europeus avançaram nesta quinta-feira, liderados pelas ações de viagem e varejo, com os investidores avaliando os riscos aos planos de estímulo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, antes da votação no Congresso norte-americano de seu projeto de lei sobre o setor de saúde.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,78 por cento, a 1.487 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,85 por cento, a 377 pontos, após perdas nas três sessões anteriores. A votação nos Estados Unidos é considerada um teste fundamental para a capacidade de Trump de avançar com a legislação, incluindo cortes de impostos, aumento dos gastos e desregulamentação bancária.

"Os investidores terão que aguardar pelo resultado da votação de hoje para a próxima movimentação do mercado", disse o chefe de estratégia de mercado do Swissquote Bank, Peter Rosenstreich.

As expectativas de um grande estímulo econômico na maior economia do mundo ajudaram a alimentar um rali global nos mercados acionários, elevando o STOXX para as máximas de 15 meses nesta semana. Portanto, qualquer decepção política pode alimentar mais perdas.

A varejista britânica de roupas Next registrou a maior alta, de 8,1 por cento, e liderou o setor de varejo, impulsionado por dados de vendas no varejo positivos no Reino Unido.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,22 por cento, a 7.340 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,14 por cento, a 12.039 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,76 por cento, a 5.032 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,07 por cento, a 20.167 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,93 por cento, a 10.324 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,04 por cento, a 4.667 pontos.