Exportadores de frangos e suínos perdem US$40 mi em uma semana após Carne Fraca

sexta-feira, 24 de março de 2017 15:23 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Indústrias exportadoras de carne suína e de frango perderam 40 milhões de dólares na primeira semana após as revelações da Operação Carne Fraca, que levaram ao fechamento de diversos mercados no exterior, estimou nesta sexta-feira a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

A receita corresponde a 22 por cento da previsão total de embarques de uma semana, de 185,7 milhões de dólares.

A ABPA estimou que os bloqueios totais ou parciais, que ocorrem em 25 mercados, representam 20 por cento da receita das exportações de carne de frango e 33 por cento dos embarques de carne suína.

A entidade destacou que os principais impactos ocorrem com os bloqueios na Ásia. A China é a segunda maior importadora de carne de frango e terceira maior importadora de carne suína do Brasil. Já Hong Kong é a segunda maior importadora de carne suína e sexta no ranking de embarques de carne de frango.

"Os equívocos na divulgação da Operação Carne Fraca (da Polícia Federal) causaram impactos globais. Já temos 25 mercados com algum tipo de bloqueio, parcial ou total. Estamos, juntamente com o governo brasileiro em um esforço para apresentar os devidos esclarecimentos aos vários mercados que são nossos importadores, buscando restabelecer a situação das exportações", disse em nota o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra.

(Por Gustavo Bonato)

 
Frangos em granja na cidade de Lapa, no Paraná
31/05/2016
REUTERS/Rodolfo Buhrer