Índices europeus têm queda pressionados por mineradoras após revés sofrido por Trump

segunda-feira, 27 de março de 2017 13:45 BRT
 

MILÃO (Reuters) - Os mercados acionários europeus recuaram nesta segunda-feira, pressionados pelas perdas nas ações de bancos e mineradoras após o revés do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na votação do projeto de lei sobre o sistema de saúde levantar preocupações sobre sua capacidade de cumprir as promessas de estímulo fiscal.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,37 por cento, a 1.479 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,4 por cento, a 375 pontos.

O STOXX avançou cerca de 10 por cento desde que Trump foi eleito presidente no início de novembro, em parte pela expectativa de um grande estímulo econômico sob sua administração.

Mas Trump sofreu uma grande derrota na sexta-feira em um Congresso controlado por seu próprio partido quando os líderes republicanos cancelaram a votação de um projeto de lei para revisar o sistema de saúde dos EUA.

"Não há dúvidas de que isso vai dar um limite ao recente rali", disse o operador do City of London Markets Markus Huber.

O índice de Recursos Básicos registrou a maior perda entre os setores, de 3,3 por cento, atingindo a mínima de duas semanas diante da queda dos preços do cobre.

Os grupos siderúrgicas ArcelorMittal, Outokumpu e Voestalpine recuaram.

As siderúrgicas avançaram desde a eleição de Trump, com a expectativa de maiores gastos com infraestrutura.

Já o índice bancário caiu 0,56 por cento.   Continuação...