Mercados europeus recuam das máximas de 16 meses com queda das ações de petróleo e bancos

segunda-feira, 3 de abril de 2017 14:01 BRT
 

MILÃO (Reuters) - Os mercados acionários europeus caíram nesta segunda-feira, recuando da máxima de 16 meses, com queda entre as ações de petróleo e do setor bancário aumentando a pressão em uma sessão volátil.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,57 por cento, a 1.494 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,49 por cento, a 379 pontos.

O STOXX devolveu os ganhos anteriores e recuou da máxima desde dezembro de 2015.

Os mercados de ações reverteram o curso depois que uma coalizão de estados e municípios dos Estados Unidos iniciou uma ação legal contra a administração do presidente Donald Trump, acusando-a de violar a lei federal, adiando padrões de eficiência energética para vários produtos de consumo e comerciais.

O índice do setor de petróleo e gás, que subiu para a máxima de nove semanas no início da sessão, passou a cair e encerrou a sessão com queda de 0,6 por cento.

O setor bancário teve queda de 1,4 por cento.

O Banco Popular recuou 10,44 por cento, depois que a instituição espanhola disse que uma auditoria interna identificou a necessidade de ajustes em suas contas, com a maioria dos ajustes relacionados a empréstimos duvidosos

.Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,55 por cento, a 7.282 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,45 por cento, a 12.257 pontos.   Continuação...