Westinghouse demitiu presidente do conselho dois dias antes de pedir recuperação judicial

quarta-feira, 5 de abril de 2017 08:46 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A Westinghouse Electric, unidade de engenharia nuclear da Toshiba (6502.T: Cotações), demitiu o presidente do conselho de administração dois dias antes de pedir recuperação judicial na semana passada, em uma tentativa da empresa japonesa de deixar para trás dificuldades de um negócio que lhe custou bilhões.

O porta-voz da Toshiba disse que o presidente do conselho da Westinghouse, Danny Roderick, foi substituído por Mamoru Hatazawa, chefe da divisão nuclear da Toshiba, em 27 de março, dois dias antes do pedido de recuperação. O papel de Hatazawa seria temporário, acrescentou.

Roderick, descrito pela indústria e por observadores da empresa como mais vendedor do que engenheiro, foi a força motriz por trás das ambições nucleares da Toshiba.

A Toshiba disse que a mudança de executivo, apenas a segunda no alto escalão relatada desde que a crise da Westinghouse começou a se desenrolar em dezembro, tinha a intenção de tranquilizar os clientes antes do pedido de recuperação.

A empresa se recusou a dizer se Roderick permaneceu com Westinghouse.

Ligações da Reuters para Roderick buscando comentários foram direto para a caixa postal.

(Por Makiko Yamazaki)