5 de Abril de 2017 / às 14:10 / 4 meses atrás

Caixa antecipa para sábado início de 2ª fase de saques do FGTS, valor disponível soma R$11,2 bi

Banco da Caixa Econômica Federal no Rio de Janeiro. 20/08/2014Pilar Olivares/File Photo

iBRASÍLIA (Reuters) - A Caixa Econômica Federal permitirá os saques da segunda fase da retirada de recursos em contas inativas do FGTS a partir deste sábado, ao invés de segunda-feira como originalmente previsto, sendo que o total disponível para saques é de 11,2 bilhões de reais.

Esse valor representa 26 por cento dos 43,6 bilhões de reais que poderão ser retirados no geral, após investida do governo para abrir essa janela de oportunidade e, com isso, injetar ânimo à economia após dois anos de profunda recessão.

Para o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, deverão ser sacados cerca de 35 bilhões de reais até o fim do prazo para adesão, em 31 de julho, com impacto de 0,5 por cento sobre o Produto Interno Bruto (PIB).

Nesta segunda fase, poderão solicitar a retirada dos recursos aqueles que tiverem nascido nos meses de março, abril e maio. Segundo a Caixa, são mais de 7,7 milhões de trabalhadores.

A decisão de antecipar o início da retirada se deu para desafogar as agências na segunda-feira, disse Occhi, já que no sábado o atendimento será exclusivamente voltado para as contas inativas do FGTS.

Ele também destacou que a alta procura na primeira fase de saques, no mês passado, motivou decisão da Caixa de elevar o número de agências que abrirão no sábado para mais de 2 mil, ante 1.800. O horário de atendimento será entre 9h e 15h.

Na primeira fase, voltada para os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro, foram retirados 5,9 bilhões de reais, ou 85 por cento do universo potencial de 6,96 bilhões de reais.

"Já é um índice impressionante", afirmou Occhi.

O saque só é possível para contas que ficaram inativas até 31 de dezembro de 2015, seja por pedido de demissão por parte do trabalhador ou por uma decisão de desligamento por parte da empresa.

DÍVIDAS

O presidente da Caixa destacou em coletiva de imprensa que até agora 24 mil clientes do banco utilizaram os recursos sacados do FGTS para quitar dívidas, que somaram 368 milhões de reais.

Apesar de sublinhar que nem todos estavam inadimplentes, já que muitos podem ter decidido simplesmente antecipar o fim de suas obrigações, ele afirmou que o movimento deverá contribuir para diminuição da inadimplência no banco público.

Por Marcela Ayres

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below