Carga de energia do sistema brasileiro deve crescer 3,6% ao ano de 2017 a 2021

quinta-feira, 6 de abril de 2017 13:21 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A carga de energia do sistema interligado do Brasil deverá ter um crescimento médio anual de 3,6 por cento entre 2017 e 2021, sendo que para este ano a projeção é de alta de 2,7 por cento ante 2016, informaram nesta quinta-feira a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Segundo boletim das instituições, a carga prevista para este ano deve ficar 288 megawatts médios acima do previsto anteriormente. No período até 2021, a carga deve ficar 402 megawatts médios acima da projeção anterior, alcançando 76.402 megawatts médios no fim do período.

(Por Luciano Costa)