Bovespa fecha em queda de 0,85% por preocupações com a reforma da Previdência

quinta-feira, 6 de abril de 2017 17:47 BRT
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista fechou em queda nesta quinta-feira, com investidores preocupados com o andamento da reforma da Previdência, após o governo ter anunciado que fará mudanças na proposta original encaminhada ao Congresso.

O Ibovespa caiu 0,85 por cento, a 64.222 pontos. O giro financeiro foi de 7,1 bilhões de reais. No pior momento do dia, o índice recuou 1,56 por cento, enquanto no melhor momento chegou a subir 0,23 por cento.

O governo do presidente Michel Temer admitiu alterar a proposta de reforma da Previdência em pelo menos cinco pontos sensíveis: as regras de transição, as normas para aposentadoria rural, o acúmulo de pensões, aposentadorias especiais para professores e policiais e os Benefícios de Prestação Continuada.

Os negócios, que já vinham mostrando viés mais negativo durante a maior parte do pregão, pioraram ainda mais após o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, ter afirmado para jornais nacionais que, com as mudanças na proposta de reforma da Previdência, o governo deixará de economizar 67,8 bilhões de reais em dez anos.

Também ajudou a azedar o humor do mercado a suspensão por até 30 dias da oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da companhia aérea Azul, anunciada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), após constatar que materiais de apresentação da operação foram divulgados na Internet, o que é proibido.

DESTAQUES   Continuação...