BC do Japão melhora avaliação sobre regiões do país

segunda-feira, 10 de abril de 2017 07:12 BRT
 

Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) - O banco central do Japão fez sua avaliação mais otimista sobre as economias regionais do país em quase uma década, mesmo que algumas empresas tenham alertado que a incerteza sobre as políticas comerciais do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, possam afetar seus planos de gastos de capital.

O presidente do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda, reiterou a decisão do banco de manter seu forte estímulo monetário, com a inflação ainda distante da ambiciosa meta de 2 por cento.

"A economia do Japão continua a se recuperar moderadamente como tendência", disse Kuroda em reunião trimestral dos gerentes dos braços regionais do banco central nesta segunda-feira.

Em relatório divulgado após a reunião, o banco central manteve a avaliação econômica favorável para oito das nove regiões do Japão em relação a três meses atrás, e melhorou a avaliação para uma região.

"Os gastos dos consumidores aceleraram desde o fim do ano passado, uma tendência que está sendo sustentada graças a uma recuperação nos preços das ações e diminuição das preocupações com o iene forte", disse a repórteres Shinichi Uchida, chefe do braço de Nagoya do Banco do Japão.